Cuide Bem da Sua Vagina


A vagina é considerada o órgão mais sensível da mulher. Para ela pode ser transmitida inúmeras doenças e diversas infecções provocadas por bactérias. Muitas das doenças são  sexualmente transmissíveis (DST) e podem ser evitadas, enquanto que para diminuir o risco das infecções, é necessário uma série de cuidados por parte da mulher. Saiba agora quais são as principais doenças que são transmitidas para a vagina e como evitá-las.


HPV

O HPV significa Vírus do Papiloma Adulto, com cerca de 120 diferentes tipos de formas. As formas de sintomas mais freqüentes são verrugas e candilomas. É considerada a doença DST mais disseminada atualmente, onde é muito mais freqüente nas mulheres pelo fato de terem variações nos ciclo hormonal e na imunidade no decorrer do mês. Estima-se que de 25 a 50% da população feminina já esteja contaminada pelo HPV e que pelo menos 70% delas irão contrair em algum período de suas vidas. A transmissão acontece através do contado direto com a pele contaminada, ou seja, pode ser transmitida pelo simples contato ou penetração com um pênis infectado, como também com outra vagina na qual o vírus encontra-se instalado. É predominante nos jovens de 20 a 25 anos, tendo a disseminação diminuída conforme o avanço da idade, sendo que não tem cura absoluta. Por isso ao realizar o tratamento, a pessoa infectada tem que ir ao médico regularmente, pois o HPV pode voltar a se manifestar em qualquer período da vida. E se não for tratado, haverá grandes chances de desenvolvimento do câncer no colo do útero. 


O preservativo não protege totalmente a vagina de uma possível transmissão, tendo em vista que  a camisinha não protege toda a pele do pênis que no ato sexual entrará em contato com a vagina e que o HPV pode estar em qualquer área que envolve o órgão sexual masculino.

Outra coisa que não é muito comentado, mas que muito importante é que o vírus do HPV resiste por média de sete dias em uma superfície, então pode ser transmitido através de toalhas e demais objetos (torneiras, tampas de privadas, sabonetes, lençóis, calcinhas etc) no qual tenham tido contato direto com o vírus, ou seja, se alguém tiver HPV e passar a mão na área afetada e em seguida colocar a mão na toalha, se posteriormente você colocar a mão nesta toalha e depois na vagina, poderá ter chances de contrair o vírus. Por isto é essencial ter todo cuidado possível quando for ao motel e jamais compartilhar peças íntimas.



Sífilis

Transmitida pelo contato sexual e também da mãe para o feto, é uma doença infecciosa que evolui lentamente para diferentes estágios. No caso de transmissão sexual, ocorre o surgimento de uma lesão (cancro) que não apresenta dor. A superfície da lesão é dura, lisa e brilhante, com secreção transparente. O surgimento acontece nos grandes lábios, na parte interior da vagina, clitóris, períneo e colo do útero. Também pode ser manifestado nos dedos, lábios e mamilos. Se não for tratada, a Sífilis pode desencadear para complicações que envolvem problemas cardiovasculares, deformidades articulares, loucura (mudanças de personalidade e emocionais) e até a morte.

O uso de preservativo apenas diminui a chances de transmissão da sífilis, tendo em vista que a doença pode estar em diferentes partes do pênis e do corpo da pessoa infectada.


Gonorréia

É causada por uma bactéria altamente contagiosa que pode entrar no corpo da mulher por qualquer abertura do corpo (vagina, ânus, olhos e boca). Sua principal forma de contágio é através da relação sexual. Primeiramente, afeta o colo do útero, podendo até mesmo afetar a boca e o ânus através da prática de sexo oral e anal. Os principais sintomas são:



  • Corrimento vaginal turvo, amarelo com odor desagradável
  • Dor de estômago
  • Menstruação anormal
  • Sensação de queimação ou dor ao urinar
  • Vontade freqüente de urinar
  • Doença Inflamatória Pélvica – Infecção do útero, tubas uterinas, e cavidade abdominal, podendo resultar em infertilidade.


O tratamento é através de antibióticos, ministrados oralmente ou por injeções.

As formas de prevenção da Gonorréia é evitar ter relações com diferentes parceiros, sendo recomendado ter um único parceiro no qual você sabe que não está infectado. A utilização de preservativo também é muito eficiente quando usado tanto na prática de sexo vaginal quanto anal.


Infecção Urinária

A infecção urinária acomete qualquer parte do sistema urinário. As mulheres são mais propensas devido terem a uretra mais curta e próxima do ânus, facilitando o acesso das bactérias e fungos à bexiga.


Principais formas de prevenção:

  • Não reter a urina por longos períodos superiores a duas ou três horas;
  • Lavar as mãos antes e após colocar as mãos na vagina;
  • Ingerir no mínimo 2 litros de água diariamente;
  • Trocar frequentemente o absorvente nos períodos menstruais, tendo em vista que o sangue menstrual é um meio de proliferação de bactérias;
  • Ao tomar banho, urinar e defecar, a limpeza deve ser feita sempre da frente para trás, para não levar as bactérias do ânus para a vagina. Para combater o odor normal utilize produtos especializados que atualmente são facilmente encontrados nas farmácias;
  • Fazer a limpeza da área genital antes e depois da prática sexual;


Quando tratada no início e de forma adequada, a mulher é rapidamente curada. Se a mulher não buscar acompanhamento, a infecção vai tornando-se mais forte e consequentemente, difícil de ser combatida, podendo levar à morte.



 Não Remova Todos os Pelos

Existem diferentes formatos de pelos pubianos, mas parte das mulheres prefere remover por completo os pelos da região vaginal. Acontece que eles dificultam a entrada de bactérias no interior da vagina. Com muitos pelos atrapalha a higiene e aumenta o atrito, então o melhor é deixar um pouco e não tirar tudo.
                
Raspar ou Depilar?

Este é um dos principais dilemas das mulheres. Raspar significa ter a volta dos pelos em dois dias enquanto depilar é uma verdadeira sessão de terror. A depilação aumenta a tendência do surgimento de foliculite, ou seja, os pelos encravados. Ao optar por raspar ou depilar, descarte a lâmina ou a cera após o uso, pois elas podem conter bactérias e fungos que podem entrar em contato com o seu corpo ao serem reutilizadas. Na verdade não existe uma regra definitiva, por isso a mulher deve optar pelo método que seja melhor para ela.


 Câncer de Útero e Esperma


Homens que possuem uma atividade sexual muito abaixo do normal têm um risco maior de desenvolver câncer de próstata, isto porque o esperma fica acumulado por um longo tempo em e contato com a próstata. Assim, ao praticar sexo ou se masturbar, o homem eliminará o excesso de esperma e, consequentemente, o acúmulo de substâncias cancerígenas, ressaltando que o sêmen é rico em substâncias como potássio, zinco, frutose e ácido cítrico. O que ainda não foi comprovado, mas é muito questionado e apontado como possível prevenção é justamente evitar a ejaculação dentro da vagina, pois assim estaria colocando substâncias cancerígenas no sistema sexual feminino. Imagine o casal que tenha freqüentes relações sexuais, sendo que em todas às vezes a ejaculação é feita com o pênis introduzido na vagina, o mesmo efeito que teria na próstata caso ele não praticasse sexo, irá ser feito com o útero, pois o esperma será inserido no ato sexual. É claro que grande parte do esperma é eliminada, mas certa quantidade não.


Usar Calcinha ou Não?

A calcinha é uma forte aliada das mulheres por proteger à vagina das bactérias que estão suscetíveis em vários lugares que representam um grande perigo, como assentos de ônibus, cadeiras em geral, poeira etc. Mas jamais tirar a calcinha também representa um risco, pois a vagina precisa de ventilação, por isso recomenda-se dormir sem calcinha ou ficar sem enquanto se está em casa.  As calcinhas mais recomendada são as fabricadas com algodão. 




Cuidados na Masturbação


A masturbação é muito saudável porque ajuda a mulher a descobrir seu próprio corpo e também combate o estresse e a ansiedade, mas requer alguns cuidados básicos. A higiene é fundamental, antes e após, principalmente das mãos. Se for virgem, jamais introduza os dedos dentro da vagina, pois poderá romper o seu hímem. É muito comum ver em filmes e fotos mulheres introduzindo inúmeros objetos dentro da vagina (cenoura, banana, caneta, garrafa, copo, cabo de escova, vassoura etc). Evite usá-los e opte por objetos apropriados para isto (consolos e vibradores de modo geral) vendidos em sex shops. E não se esqueça de fazer a higiene destes objetos antes e depois da masturbação.


Nem sempre o uso de preservativo está associado à completa segurança para se evitar todas as doenças descritas nesta postagem, por isso é recomendado ter o número de parceiros reduzido ou manter relações sexuais com uma única pessoa na qual você tem a certeza de que ele não possui nenhuma dessas enfermidades. Hoje é muito normal se falar sobre sexo liberal, mas o lado obscuro não está associado ao prazer, mas sim ao cuidado com a própria saúde. Para muitas pessoas é muito excitante assistir filmes e  novelas nas quais o sexo é praticado com alta rotatividade, mas o lado ruim, que é a disseminação de doenças, é pouco explorado. É melhor saber e conhecer as doenças antes, assim como as formas de transmissão e prevenção, do que após ter sido contaminada. As imagens podem ser chocantes, mas servem para que o conhecimento seja direto e real, pois é melhor saber pela foto do que quando a doença já está instalada em você.

30 comentários:

  1. Caraca das cenas. Muito informativo cara . Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Muito informativo mesmo.
    Toda mulher deveria estar atenta a estas cenas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. cara que bom te gente que ajuda as pessoas vcs tao de parabéns

    ResponderExcluir
  4. muito bom õo. gosteei bastantee . vcs estão de parabéns!

    ResponderExcluir
  5. eu e meu marido temos hpv.. esse virus estara em nos para sem pre e podemos ter relaço sem camisinha me responda por favor urgente!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? O vírus em si fica no organismo e atualmente não tem como tirá-lo. Ele provoca verrugas e existem vários tipos de formas. O que é perigoso são o que ele causa, ou seja, as verruguinhas. O médico retira e está tudo bem. Só que vocês terão que se vigiar e ir regularmente ao médico para que possa ver se não nasceu nenhuma outra. Então o HPV pode se manifestar durante toda a vida de vocês, mas os sintomas não. Com estresse, falta de alimentação etc, podem fazer com que facilite a manifestação.


    Beijos, abraços e fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  7. tenho 22 anos, não sou mais virgem há 5 anos, mas um tempo antes eu notava um corrimento esbranquiçado em mim, depois de manter relações com meu ex namorado, parecia que tinha aumentado o fluxo daquele corrimento, será alguma doença?

    ResponderExcluir
  8. Muitíssimo interessante essas informações, que na qual deveria ser muito mais comentada e divulgada, pois as doenças estão aí, batendo à porta, mas somos nós que não podemos deixá-las entrar.
    Beijos e fique com Deus !!

    ResponderExcluir
  9. Procure um ginecologista o mais rápido possível. É muito mais fácil procurar um médico e ter a certeza do que realmente é.

    beijos e dique com Deus

    ResponderExcluir
  10. olá, primeiramente qria parabenizar pelo site, esta ce parabéns!! no sexo oral, tambem é possivel transmitir o hpv???

    ResponderExcluir
  11. o comentario foi muito importante para esclarecer muitas duvids

    ResponderExcluir
  12. Obrigado! Sim, pelo sexo oral é possível uma transmissão do HPV. Pelo sexo anal e vaginal também.

    abraços!

    ResponderExcluir
  13. oi, olha eu tenho medo de me infectar por qualquer virus, neste momento estou trabalhando em uma zona onde não há as menores condições de vida principalmente água e luz e fico lá por muito tmpo. logo o meu medo e uma vez mãe, esposa e mulher o que me aconselharia a fazer estou mesmo muito preocupada...

    ResponderExcluir
  14. nao tenho nada graça a deus usem camixinhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa/?

    ResponderExcluir
  15. sou virgem tenho apenas 15 aninhos,mais ja entendo algumas coisas gostei muito me ajudou entender mais cobre tudo ...vc e demais

    ResponderExcluir
  16. oi, eu gostaria de saber se introduzir cenoura na vagina pode causar algum dano á vigina?

    ResponderExcluir
  17. aprendi muito lendu essa informaçao,assim terei ainda mas cuidado com migo mesma obrigado

    ResponderExcluir
  18. ola tive minha ultima menstruação final de dezembro sinto muito ardor corrimento dor ao urinar e tbm a uns dias a tras começou sair um corrimento omogenio tipo papel molhado de dentro da minha vagina fz lavagem e saiu oq faço e desde dezembro tenho estes sintomas e não menstruo oq sera????

    ResponderExcluir
  19. tenho 17 anos,há 5 meses perdi a virgindade,comecei a ter infecsoes urinarias,escorrimento cocera,mau xero e o mesmo que o meu namorado tem ,isso é normal?eu transo com meu namorado sempre sem camisinha e ele sempre goza dentro isso pode me prejudica?me tira essas duvidas por favo .obrigado e que Deus te abensoe

    ResponderExcluir
  20. Procurem um ginecologista com urgência. É a coisa mais sensata e inteligente a fazer.

    Convido a curtirem a página do blo no Facebook: www.facebook.com/TeoriasDoLeaoDaMontanha


    Beijos e voltem sempre!

    ResponderExcluir
  21. se o hpv estiver na vagina, pode passar p minha maõ ou outra parte???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, dependendo da sua imunidade e do tipo do HPV.

      Excluir
  22. Ola eu tenho 14 anos tive relaçao com o meu namorado algum dias atras e to com verrugas. Na vargina e eu descobrir qui to com hpv e eu queria sabe se hpv tem cura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, segue uma parte desta postagem que responde a sua pergunta:

      "A transmissão acontece através do contado direto com a pele contaminada, ou seja, pode ser transmitida pelo simples contato ou penetração com um pênis infectado, como também com outra vagina na qual o vírus encontra-se instalado. É predominante nos jovens de 20 a 25 anos, tendo a disseminação diminuída conforme o avanço da idade, sendo que não tem cura absoluta. Por isso ao realizar o tratamento, a pessoa infectada tem que ir ao médico regularmente, pois o HPV pode voltar a se manifestar em qualquer período da vida. E se não for tratado, haverá grandes chances de desenvolvimento do câncer no cólo do útero."

      Procure um ginecologista com urgência. Tenha um Feliz 2014 e obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  23. Olà tenho 14 anos e sou virgem e ja tentei se masturbar com o meu dedo, mas nunca entra quero saber o que è?

    Èu eo meu namorado a gente è virgem ele tem 18 anos e ja tamos a 1ano nos queremos fzr sexo mas queremos saber Como ñ apanhar o virus da Hpv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Use camisinha! Tem vários vídeos ensinando como inserir o preservativo. Quanto a se masturbar inserindo o dedo, procure algum médico com especialidade em Ginecologia.

      Curta Teorias do Leão da Montanha

      Excluir
  24. Muito informativo so uma coisa o HPV tem cura ,mas depende do sistema imunológico da pessoa.

    ResponderExcluir
  25. Parabéns cara! adorei as informações contidas no seu blog ...

    ResponderExcluir

- Sem palavrões
- Siga o meu blog e avise para que eu também possa te seguir. Se me seguir, adicionarei o seu na "Minha Lista de Blogs"
- Deixe o nome do seu blog no final do comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...